Anuncio

sábado, outubro 03, 2015

Algodão colorido - um toque de requinte e bom gosto na moda nordestina



 
O nosso nordeste brasileiro tem muitas peculiaridades e inúmeras exuberâncias em todos os sentidos, seja nas pessoas, na música, em sotaques, em ideias e até na moda. Sim, na moda! Ao contrário do que muitos imaginam, o nordeste brasileiro tem sua própria moda e estilo e apesar de usarmos muitas cores em tudo, inclusive nas roupas, temos um trunfo que foi descoberto a um tempo atrás e que, de certa forma, nos faz usar cores análogas, mais precisamente, tons de marrom em nossas roupas e isso se deve ao algodão colorido. Você já conhece este tipo de algodão? 

"Quando pensamos em algodão, logo nos vem à cabeça algo fofo, suave e bem branquinho, não é mesmo? Mas ultimamente isso vem mudando, graças a pesquisas avançadas e eficientes da Embrapa Algodão, de Campina Grande, na Paraíba. Antes dessas pesquisas, o meio ambiente e os trabalhadores eram agredidos com o uso de altas doses de agrotóxicos necessárias para combater as pragas do algodão, e também pelo processo de tingimento químico, altamente poluidor e prejudicial, de tecidos e fios do algodão branco."(MUNDO EDUCAÇÃO).

"De símbolo regional em lojas de artigos para turistas, o algodão colorido alcançou o status de peças de luxo em feiras internacionais. As coleções são exportadas para a França, Itália, Espanha, Alemanha, Japão, Estados Unidos e países escandinavos. Em abril de 2015, o algodão colorido produzido no Semiárido estará presente na feira "1.618 Luxo Sustentável", em Paris. O evento seleciona as melhores iniciativas voltadas para o consumo sustentável ao redor do mundo."(EMBRAPA)

Esse tipo de algodão dá cor a roupas, acessórios e outros itens muito lindos como segue alguns exemplos abaixo:



     Para atrair esse público exigente, Francisca Vieira aposta no design. "Nosso produto não é simplesmente uma peça regional. Nós temos um design arrojado, que usa a intervenção do artesanato em função da moda", define. Para diversificar as cores disponíveis, a estilista lança mão de tingimentos naturais à base de cascas e folhas de plantas como cajueiro, mangueira e barbatimão.
    A Casulo Arte Natural, empresa de bolsas e acessórios sediada em Campina Grande (PB), fabrica em média três mil bolsas tipo exportação e de cinco a oito mil bolsas para o mercado interno, de acordo com a disponibilidade de matéria-prima. "Nós trabalhamos com dois tipos de clientes: os turistas, em busca de souvenirs e pouco dispostos a gastar, e o mercado externo, para o qual contratamos uma estilista a partir de uma consultoria da Associação Brasileira de Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) e Sebrae-PB, que desenvolveu coleções para esse público", conta o proprietário da empresa Marcelo Lacerda. "Além do algodão colorido, nós utilizamos o couro caprino natural, que é outra matéria-prima da nossa região, para o acabamento dos produtos", acrescenta.(EMBRAPA)

São peças muito lindas que podem ser feitas com o nosso algodão colorido e peças com cor natural sem nenhum corante o que deixa tudo mais requintado e perfeitinho. Nas feiras que tem por aqui em Campina Grande é possível sempre encontrarmos lindas peças para vender por preços até razoáveis, tendo em vista que muitos produtos confeccionados aqui são exportados para a europa. A roupa confeccionado com esse algodão é muito macia e algumas peças são frias o que é super válido para quem mora em lugares quentes como o nosso nordeste. Mas é tudo muito lindo gente!! Me apaixono sempre que vejo qualquer peça para vender nas vitrines. 

Bjos!!

Referências: https://www.embrapa.br 
                   http://www.mundoeducacao.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com xingamentos e palavrões não serão aceitos. Portanto não perca seu tempo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...